Enxertos

Sempre que um dente é perdido, o osso que se encontrava ao redor do dente é reabsorvido, esse processo de reaobsorção óssea ou atrofia, torna o osso progressivamente mais fino tornando a colocação do implante quase que impossível. Existem casos que estes dentes foram perdidos há muitos anos, o que torna necessário a realização de um procedimento para recriar o osso perdido, denominado de enxerto ósseo.

Os enxertos ósseos podem ser realizados com materiais artificiais, mas o enxerto que apresenta os melhores resutados é com o osso do próprio paciente que é obtido de outra região da boca. Pode ser feito em bloco ou fragmentado para elevar a membrana do seio maxilar (levantamento do seio maxilar). Em casos de grandes perdas ósseas utilizamos como área doadora o osso da bacia, chamado osso ilíaco, o que requer internação hospitalar. Esta técnica apesar de ser mais invasiva pode resolver muito bem problemas de pessoas que perderam seus dentes há muitos anos e não se acostumam com dentaduras.

Dúvidas Freqüentes: Implantes